Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

COM TRÊS GOLS DE HENRIQUE, PALMEIRAS DERROTA A CHAPECOENSE E DEIXA O Z-4

Henrique Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)Henrique é o destaque da vitória do Palmeiras, com três gols marcados na partida (Foto: Marcos Ribolli)
Atacante perde chance inacreditável no começo, mas se recupera e brilha na vitória por 4 a 2. Verdão não volta para a zona da queda nesta rodada

DESTAQUES DO JOGO

  • artilheiro
    Henrique

    Contestado, o atacante do Verdão fez três gols e assumiu a artilharia do Brasileirão, com 12 gols, ao lado de Marcelo Moreno, do Cruzeiro.
  • revolta
    Cristaldo

    No primeiro pênalti,  pegou a bola para bater. Henrique deixou, mas Dorival ordenou que o segundo cobrasse. O argentino ficou revoltado.
  • público pagante
    15.447 pessoas

    Mesmo com a péssima fase do time e o frio, o torcedor do Palmeiras compareceu em bom número ao Pacaembu. A renda  foi de R$ 305.500.
Henrique conheceu na noite desta quinta-feira como é ir do inferno ao céu em poucos minutos. No primeiro tempo, perdeu chance incrível, sem goleiro. No segundo, o atacante marcou três gols e foi o nome da vitória do Palmeiras por 4 a 2, de virada, sobre a Chapecoense, no Pacaembu, resultado que tirou o Verdão da zona de rebaixamento. A equipe subiu ao 15º lugar, com 28 pontos, e não volta mais ao Z-4 na rodada. Os catarinenses têm a mesma pontuação, mas estão uma posição abaixo e com uma vitória a menos.
A partida foi muito movimentada no Pacaembu. A Chape abriu o placar com Leandro – que fez outro no fim – e desperdiçou outras grandes oportunidades de aumentar até os primeiros momentos da etapa final. De repente, o Palmeiras começou a jogar. E construiu a vitória em menos de 20 minutos, com Wesley e os três gols de Henrique, lavando a alma dos torcedores – e dando a esperança de que a situação pode melhorar. Já para o adversário, fica a velha lição do futebol: quem não faz, toma.

O Verdão volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Botafogo, às 19h30, no Maracanã. Na quinta, às 20h30, a Chapecoense recebe o Internacional, na Arena Condá.
times
4-4-2
  • GOLDEOLA
  • LADJOÃO PEDRO
  • ZADLÚCIO
  • ZADGABRIEL DIAS
  • LAEJUNINHO
  • VOLMARCELO OLIVEIRA
  • LAEVICTOR LUIS
  • VOLWESLEY
  • MECBRUNO CÉSAR
  • MECVALDIVIA
  • VOLBRUNINHO
  • ATADIOGO
  • ATACRISTALDO
  • ATAHENRIQUE
TECDORIVAL JÚNIOR
4-4-2
  • GOLDANILO
  • LADFABIANO
  • LADEDNEI
  • ZAERAFAEL LIMA
  • ZADDOUGLAS GROLLI
  • LAERODRIGO BIRO
  • VOLABUDA
  • VOLRICARDO CONCEIÇÃO
  • VOLWANDERSON
  • MECZEZINHO
  • MECNENÉN
  • MECCAMILO
  • ATAFABINHO ALVES
  • ATALEANDRO
TECJORGINHO
Noticia retirada do GE

publicado por radiomaisto às 20:27
link do post | comentar | favorito
partilhar

Valdivia explica "desabafo" após virada contra a Chapecoense

Valdivia gol Palmeiras x Chapecoense (Foto: Leandro Martins / Ag. Estado)











Valdivia comemora um dos gols do Palmeiras contra a Chapecoense (Foto: Leandro Martins / Ag. Estado)

Chileno reprova vaias da torcida palmeirense no intervalo: "O Palmeiras precisa da torcida para ganhar"

De questionado e vaiado a aplaudido pela torcida. A vida do time do Palmeiras mudou em 12 minutos no segundo tempo, na noite desta quarta-feira. Após descer para o intervalo ouvindo muitas vaias, e com um placar apontando 1 a 0 para a Chapecoense, os alviverdes voltaram para o segundo tempo mais motivados. Tal postura deu resultado rapidamente.

Após Wesley empatar, Henrique virou o marcador e devolveu tranquilidade ao estádio. Mas enquanto todos comemoravam, o chileno fez um "protesto" solitário. Ele se dirigiu sozinho aos torcedores que estavam localizados no tobogã e, com gestos, pediu mais apoio dos palmeirenses. Na saída do Pacaembu, o camisa 10 explicou o gesto de desabafo e como as vaias mexeram com os atletas.
- Na descida do primeiro tempo fomos muito vaiados, como se o jogo já tivesse acabado. Só alertei e pedi para a torcida que estava ali atrás para acreditar. Não entramos em campo para perder. O Palmeiras precisa da torcida para ganhar. Quando vamos jogar fora a torcida rival faz muita diferença. E quando os outros times vêm jogar no Pacaembu nosso diferencial tem de ser a torcida - disse o Mago. 
- Pedi um pouco de calma, vi muita gente pedindo calma e vergonha, e nós temos. É por isso que nos dois primeiros gols fui para lá para mostrar que estavam enganados. A partida não estava perdida, muito pelo contrário. Fui para lá para eles acreditarem mais na gente do que já acreditam - completou.
Capitão da equipe, Valdivia foi o comandante do meio de campo palmeirense na importante vitória por 4 a 2, resultado que tirou o Verdão da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Além dos três pontos, o chileno deixou o estádio comemorando a postura da equipe na segunda etapa.
- Foi uma vitória muito boa, principalmente pela reação. Terminamos perdendo de 1 a 0 no primeiro tempo e vínhamos de uma derrota. Nós fomos homens suficientes para reverter essa situação. Hoje demos um passo muito importante, não apenas pela vitória. Viramos e ao longo dos 90 minutos fomos merecedores dessa derrota - concluiu.
Noticia retirada do GE




publicado por radiomaisto às 20:21
link do post | comentar | favorito
partilhar
Domingo, 31 de Agosto de 2014

Pacotão do Verdão: falha de Fábio, bronca com juiz e desabafo de Gareca

pacotão (Editoria de Arte)Goleiro volta a vacilar, e Jorge Henrique faz o gol da vitória do Inter sobre o Palmeiras, que reclama a não marcação de dois pênaltis; técnico se mostra abatido



Mais de 33 mil pessoas foram ao Pacaembu, mas o Palmeiras voltou a decepcionar sua torcida e acabou sendo derrotado pelo Inter, por 1 a 0, na noite deste sábado, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Verdão pode voltar à zona do rebaixamento neste domingo. Criciúma, Bahia, Coritiba e Vitória podem ultrapassar o Palmeiras.
O time do argentino Ricardo Gareca começou de forma ofensiva, tentando pressionar o Inter. Mas, depois de levar um gol do ex-corintiano Jorge Henrique, em nova falha do goleiro Fábio, o Palmeiras se deixou abater e não teve poder de reação diante de uma equipe muito bem armada pelo técnico Abel Braga.
Confira um resumo da partida:
KUNG FU
Com um ataque formado por três argentinos (Allione, Cristaldo e Mouche), mais Leandro, o Palmeiras começou em cima. A primeira chance foi criada numa cobrança de falta, num lance de "Karatê Kid", com Claudio Winck entrando de forma atabalhoada sobre Mouche.

NÃO VALEU
Mas o Inter logo mostrou como enfrentaria o Palmeiras - no contra-ataque. No primeiro dele, aos 10, Jorge Henrique marcou um belo gol, com direito a chapéu sobre Fábio. Mas o lance foi anulado pela arbitragem, por suposto toque de mão de Rafael Moura na jogada anterior.

GOL
Nove minutos depois, porém, não teve jeito. Num estourão de Dida, Rafael Moura desviou de cabeça, e a bola parecia simples para Fábio. Mas o goleiro vacilou, e Jorge Henrique apareceu como um foguete para tomar a bola e mandá-la para o gol vazio.

VIXE...
O Inter poderia matar a partida já na jogada seguinte. Mais uma vez, a defesa do Palmeiras ficou em linha, e um jogador do Inter apareceu livre diante de Fábio. Eduardo Sasha, porém, chutou fraco, e o goleiro palmeirense fez a defesa.

PÊNALTI?
O Palmeiras não conseguia se organizar - e ficava na bronca com a arbitragem. Aos 41, Juninho tentou dar um chapéu em Gilberto, que cortou com a mão esquerda e simulou que o corte havia sido com a cabeça. Os palmeirenses pediram pênalti, apesar de o lance ter sido fora da área. O árbitro Ricardo Marques Ribeiro deu escanteio.
PÊNALTI???
Aos 8 do segundo tempo, nova reclamação de pênalti. Em cobrança de falta, Mendieta ergueu na área, e a bola bateu no braço do zagueiro Paulão. Os palmeirenses ficaram revoltados. O árbitro não deu nada.

DIDA!
O Inter criava uma chance atrás da outra, mas o Palmeiras também chegou ao gol de Dida. Aos 15, Juninho fez bom cruzamento da esquerda, e Mendieta cabeceou para o chão, mas no centro do gol, e Dida fez a defesa com tranquilidade.

POR CIMA
Na última grande chance, Allione tabelou com Cristaldo, recebeu na área e chutou forte, mas por cima. Desespero alviverde.

DESABAFO

Depois do jogo, Ricardo Gareca concedeu uma entrevista coletiva pesadíssima. O argentino demonstrou abatimento, mas afirmou que não 








Noticia retirada do GE

publicado por radiomaisto às 11:53
link do post | comentar | favorito
partilhar
Terça-feira, 19 de Agosto de 2014

Gareca aposta em base de confiança para iniciar recuperação no Verdão

montagem Tobio, Allione, Mouche e Cristaldo jogadores Palmeiras (Foto: Editoria de Arte)Tobio, Mouche, Allione e Cristaldo, os homens de confiança do argentino Ricardo Gareca no Palmeiras



Sem conseguir repetir formação, técnico aposta em argentinos para dar padrão tático ao Palmeiras; próximo jogo é contra o Sport, quarta-feira, no Recife


Ricardo Gareca é um caso raro no futebol brasileiro. Contratado em maio após a saída de Gilson Kleina, o treinador só assumiu efetivamente o comando do Palmeiras durante a disputa da Copa do Mundo e, dentro de campo, ainda não conseguiu corresponder. O baixo rendimento no Campeonato Brasileiro levou a equipe para a zona de rebaixamento no último domingo, após a derrota no clássico contra o São Paulo, no Pacaembu.
O fato de ter somado apenas um ponto em seis jogos disputados – o time está há nove rodadas sem vencer na competição – seria o suficiente para fazer o treinador ser cobrado e ter seu cargo ameaçado. Mas, confiantes no trabalho da comissão técnica argentina, tanto dirigentes como torcedores e até oposicionistas ao presidente Paulo Nobre defendem a permanência.
Para recolocar o Verdão no caminho das vitórias, Gareca tenta reconstruir a estrutura tática da equipe. E para isso aposta em uma base de confiança, formada pelos argentinos Fernando Tobio, Agustín Allione, Pablo Mouche e Jonatan Cristaldo, todos contratados sob indicação da atual comissão técnica.
Tobio, Allione e Mouche foram titulares contra o São Paulo, no último domingo, e devem ser mantidos na equipe. Já Cristaldo, que já havia treinado ao lado de Mouche na semana passada, entrou na segunda etapa e agradou aos torcedores com bastante movimentação no setor ofensivo. Foi dele, inclusive, a jogada que quase originou o gol da virada, em lance desperdiçado por Leandro e Hanrique. A presença do atacante entre os titulares já nesta quarta-feira, porém, ainda é dúvida.
Depois de testar formações, Gareca começa a desenhar uma estrutura tática. A necessidade de mudança fica evidente ao analisar os números do clube na temporada. Dos dez atletas que mais vezes fizeram gols em 2014 com a camisa alviverde, apenas dois são titulares (Henrique e Valdivia). Nas assistências, apenas dois também aparecem como opções mais prováveis de Ricardo Gareca (Valdivia e Wendel).
Alan Kardec ainda é o artilheiro do Verdão no ano, com 10 gols, seguido por Henrique (oito), Leandro, Wesley, Valdivia (quatro cada), Felipe Menezes, Mendieta, Juninho (três cada), Marquinhos Gabriel e Bruno César (dois cada). Nas assistências, Marquinhos Gabriel (hoje no Al Nassr, da Arábia Saudita) lidera com quatro passes para gol, seguido por William Matheus (hoje no Tolouse, da França), Wesley (com três cada), Felipe Menezes, Mendieta, Valdivia, Alan Kardec, Juninho, Vinicius e Wendel (com dois cada).
Sem sequência no Brasileirão, o treinador ainda não conseguiu repetir uma formação por duas ou mais rodadas consecutivas. E não será contra o Sport, na quarta-feira, na Arena Pernambuco, às 19h30, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro que ele terá essa oportunidade. Lúcio, com três cartões amarelos, terá de cumprir suspensão automática, enquanto Valdivia, com estiramento muscular na coxa direita, também fica fora. 

Noticia retirada do GE



publicado por radiomaisto às 18:49
link do post | comentar | favorito
partilhar
Quarta-feira, 13 de Agosto de 2014

Urgência Verdão tenta inscrever Cristaldo para classico

Palmeiras acelera inscrição para ter Cristaldo em clássico no domingo

Clube trabalha para ter reforço regularizado o quanto antes. Substituição de Henrique na derrota para o Galo pode abrir brecha para argentino contra o São Paulo


Cristaldo Treino Palmeiras (Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras / divulgação)Cristaldo aguarda inscrição para ser confirmado no clássico
(Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras / divulgação)
O Palmeiras trabalha para apressar a inscrição do atacante Jonatan Cristaldo na CBF. O clube acredita que o nome do argentino vai aparecer no Boletim Informativo Diário (BID) da entidade a tempo de ficar apto a jogar o clássico contra o São Paulo, domingo, às 16h, no Pacaembu. O nome do argentino não precisa necessariamente estar no BID até esta quarta-feira, data de fechamento da janela de transferências internacionais, para ele poder entrar em campo. Para que ele possa jogar domingo, a inscrição pode ser confirmada até sexta - 48 horas antes da partida.

Passada a etapa da regularização, a escalação de Cristaldo dependeria exclusivamente do técnico Ricardo Gareca. Dois indícios indicam a intenção do comandante de ao menos relacionar o atacante de 25 anos para o Choque-Rei.

O primeiro deles foi dado no treinamento da última terça-feira, quando Cristaldo se juntou aos titulares em atividade da Academia de Futebol. Ao lado de Valdivia, jogador com o qual Gareca espera contar no clássico, o argentino participou dos circuitos físico e técnico. 
(Cristaldo) É um grande jogador, muito técnico e sempre busca o gol do rival. É difícil de ser marcado e terá muita utilidade para nós
Allione
A outra indicação foi dada domingo, no estádio Independência, antes mesmo da oficialização do reforço. À beira do campo, Gareca mostrou clara insatisfação com três erros de Henrique no segundo tempo da derrota para o Galo. Nem mesmo o gol marcado pelo centroavante impediu o treinador de substituí-lo por Diogo, aos 30 minutos da etapa final. Por isso, é possível que o argentino queira testar o reforço da sua confiança diante do São Paulo.

- Não cheguei a jogar junto, mas o vi atuando. É um grande jogador, muito técnico e sempre busca o gol do rival. É difícil de ser marcado e terá muita utilidade para nós - elogiou Allione, outro argentino.

Na semana passada, Gareca havia dito que a torcida iria gostar de Cristaldo. O jogador, que assinou contrato de quatro anos e teve 80% dos direitos econômicos comprados pelo Verdão, é o oitavo estrangeiro do elenco. Como a CBF só permite a utilização de cinco por partida, o comandante terá de tirar três da lista de relacionados para o clássico. Os outros gringos são Valdivia, Mendieta, Mouche, Tobio, Allione, Victorino e Eguren.

Com Cristaldo, o Palmeiras encerra o ciclo de contratações de atletas que chegam do exterior. Agora, o time luta para melhorar a situação no Brasileirão, encerrar o jejum de oito jogos sem vencer e subir na tabela, pois é o 14º colocado, com 14 pontos, um acima do Botafogo, primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

Noticia retirada do GE

publicado por radiomaisto às 19:30
link do post | comentar | favorito
partilhar
Terça-feira, 12 de Agosto de 2014

Título mundial do Palmeiras

Liminha marcou o gol de empate para o Verdão contra a Juventus na final da Copa Rio de 1951, no Maracanã. Placar de 2 a 2 garantiu a conquista



Clique ao lado e ouça o gol do Palmeiras, marcado por Liminha, na final da Copa Rio de 1951, conquista que será reconhecida pela Fifa como um título mundial. O jogo com a Juventus terminou empatado por 2 a 2, mas como o Verdão havia vencido a primeira partida por 1 a 0, ficou com o taça. Esta foi a primeira edição do torneio. A narração é de Oduvaldo Cozzi, da Rádio Continental, do Rio de Janeiro.
Palmeiras campeão da Copa Rio de 1951
Time campeão Mundial de 1951 (da esq. para a dir.): Salvador, Dema, Túlio, Juvenal, Fabio Crippa e Luiz Villa. Agachados: Liminha, Ponce de León, Richard, Jair Rosa Pinto e Rodrigues - Divulgação/Palmeiras

Confira as fichas dos dois jogos da decisão:

18/07 - Palmeiras 1x0 Juventus
Estádio do Maracanã
Público: 56.961 (43.001 pagantes)
Árbitro: Franz Grill (AUS). Assistentes: Edward Greigh (ING) e Gaby Tordjman (FRA)
Gol: Rodrigues

Palmeiras
Fábio, Salvador, Juvenal, Túlio, Luiz Villa, Dema, Lima, Ponce de Leon, Liminha, Jair Rosa Pinto, Rodrigues. Técnico: Ventura Cambon

Juventus
G.Viola, A.Bertucelli, S.Manente, Mari, R.Ferrario, A.Piccinini (R.Bizzoto), E.Muccinelli, Karl Hansen, Bonipertti, John Hansen, K.H.Praest. Técnico: Jesse Carver

22/07 - Palmeiras 2x2 Juventus
Estádio do Maracanã
Público: 100.093 (82.892 pagantes)
Árbitro: Gaby Tordjman (França). Assistentes: Greig (ING) e Papovic (IUG)
Gols: Liminha e Rodrigues (PAL) e Praest e Bonipertti (JUV)

Palmeiras
Fábio Crippa; Salvador, Juvenal, Túlio, Luiz Villa, Dema, Lima, Ponce de León (Canhotinho), Liminha, Jair Rosa Pinto e Rodrigues. Técnico. Ventura Cambon

Juventus
Viola, Bertucelli, Manente, Mari Jacomo, Parola, Bizzoto, Muccinelli, Karl Hansen, Bonipertti, John Hansen e Praest. Técnico: Jesse Carver


Noticia retirada do BAND.COM

publicado por radiomaisto às 19:53
link do post | comentar | favorito
partilhar

Cristaldo: Deixarei tudo em campo pela camisa

Atacante de 25 anos assinou contrato por quatro temporadas nesta terça-feira pelo Palmeiras
Cristaldo foi confirmado como novo reforço palmeirense / Cesar Greco/Site PalmeirasCristaldo foi confirmado como novo reforço palmeirenseCesar Greco/Site Palmeiras

Cristaldo foi confirmado como novo reforço do Palmeiras nesta terça-feira. O atacante argentino, que assinou contrato por quatro temporadas, chegou animado ao novo clube.

“Estou muito contente, muito feliz por poder estar aqui em um clube tão grande. A verdade é que se trata de um passo muito importante na minha carreira poder vir ao Brasil e na equipe que mais tem campeonatos. É uma honra e espero cumprir todos os objetivos que tenho e poder dar boas alegrias à torcida neste ano do centenário”, afirmou ao Site Oficial do Palmeiras.

O novo reforço fez até uma promessa. “Deixarei tudo em campo por essa camisa. A gana nunca vai me faltar e, jogando bem ou mal, deixarei tudo em campo”.

Indicação do técnico Ricardo Gareca, com o qual trabalhou e foi campeão junto no Vélez Sarsfield-ARG, espera ser dar bem com brasileiros.

“Ter argentinos facilita e me deixará mais rapidamente integrado ao grupo. Mas estou acostumado a trabalhar com brasileiros. No Metalist, fui companheiro de Cleiton Xavier, Marlos, Taison, Rodrigo Moledo e Willian. No Bologna, do Nixon. Enfim, sempre joguei e me dei muito bem com brasileiros”.

Além de Cristaldo, o time tem outros jogadores argentinos: o zagueiro Tobio, o meia Allione e o também atacante Mouche.

O jogador Cristaldo diz que conhecia o Palmeiras desde pequeno. “Conheço o Palmeiras desde criança e sei que é um clube muito importante. Na minha infância, era impossível não conhecer o Palmeiras na Argentina. Era um time imbatível, com grandes jogadores, como Alex, e que marcou a minha vida”.

O novo atacante se caracterizou como um atacante versátil. “Sou um atacante que joga em todas as posições. Posso jogar como o 9, por fora ou mais recuado. Não tenho dificuldade neste sentido. Não sou alto, mas tenho bastante força”, finalizou.

Noticia retirada do BAND.COM

publicado por radiomaisto às 19:49
link do post | comentar | favorito
partilhar
Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Gareca não confirma Verdão e quer time sendo protagonista no Dérbi

Gareca treino palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)Ricardo Gareca, durante treino do Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)

Técnico argentino aguarda recuperação de atletas e treinamento de sábado para definir equipe. "Não importa o estádio: a mentalidade que quero é de protagonista"



O técnico Ricardo Gareca, do Palmeiras, não confirmou o time que vai escalar para o clássico deste domingo, às 16h, contra o Corinthians, na Arena, pela 12ª rodada do Brasileirão. Sem sequer dar pistas sobre o esquema tático do Verdão, com três atacantes ou quatro atletas no meio, o argentino disse preferir aguardar a recuperação dos jogadores, além do treinamento deste sábado, para depois definir a equipe.

Apesar de não ter a escalação do Verdão na cabeça, o treinador adiantou o que quer dos seus jogadores no primeiro clássico disputado na Arena Corinthians.

- O Palmeiras tem de ser protagonista. Mesmo na Arena, estádio do Corinthians, a mentalidade que eu quero é ser protagonista - afirmou. 

Experiente em clássicos como Boca Juniors x River Plate, Racing x Independiente e até seleção brasileira x seleção argentina, Gareca se disse feliz por agora participar de mais outro jogo de tradição.

- Vai ser importante para a minha carreira como treinador. Dou valor porque tenho conseguido coisas importantes, mas viver esse clássico como treinador é uma das coisas mais importantes da minha carreira. Vou viver dessa forma - disse.

Gareca, por fim, reconheceu a força do time do Corinthians e avaliou a equipe rival como bem organizada por Mano Menezes, a quem elogiou. O técnico disse pretender recuperar a confiança do Verdão jogo a jogo.

Com a saída de William Matheus, prestes a se transferir para o Tolouse, da França, Gareca deve usar Marcelo Oliveira na lateral esquerda. Assim, a dúvida fica sobre o esquema tático: 4-3-3, com três atacantes, ou 4-4-2, com quatro jogadores no meio. O possível Verdão para o clássico é o seguinte: Fábio; Wendel, Tobio, Wellington e Marcelo Oliveira; Renato, Wesley e Felipe Menezes; Diogo, Mouche (Josimar) e Henrique.

Noticia retirada do GE


publicado por radiomaisto às 19:17
link do post | comentar | favorito
partilhar

Gareca não confirma Verdão e quer time sendo protagonista no Dérbi

Gareca treino palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)Ricardo Gareca, durante treino do Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)

Técnico argentino aguarda recuperação de atletas e treinamento de sábado para definir equipe. "Não importa o estádio: a mentalidade que quero é de protagonista"



O técnico Ricardo Gareca, do Palmeiras, não confirmou o time que vai escalar para o clássico deste domingo, às 16h, contra o Corinthians, na Arena, pela 12ª rodada do Brasileirão. Sem sequer dar pistas sobre o esquema tático do Verdão, com três atacantes ou quatro atletas no meio, o argentino disse preferir aguardar a recuperação dos jogadores, além do treinamento deste sábado, para depois definir a equipe.

Apesar de não ter a escalação do Verdão na cabeça, o treinador adiantou o que quer dos seus jogadores no primeiro clássico disputado na Arena Corinthians.

- O Palmeiras tem de ser protagonista. Mesmo na Arena, estádio do Corinthians, a mentalidade que eu quero é ser protagonista - afirmou. 

Experiente em clássicos como Boca Juniors x River Plate, Racing x Independiente e até seleção brasileira x seleção argentina, Gareca se disse feliz por agora participar de mais outro jogo de tradição.

- Vai ser importante para a minha carreira como treinador. Dou valor porque tenho conseguido coisas importantes, mas viver esse clássico como treinador é uma das coisas mais importantes da minha carreira. Vou viver dessa forma - disse.

Gareca, por fim, reconheceu a força do time do Corinthians e avaliou a equipe rival como bem organizada por Mano Menezes, a quem elogiou. O técnico disse pretender recuperar a confiança do Verdão jogo a jogo.

Com a saída de William Matheus, prestes a se transferir para o Tolouse, da França, Gareca deve usar Marcelo Oliveira na lateral esquerda. Assim, a dúvida fica sobre o esquema tático: 4-3-3, com três atacantes, ou 4-4-2, com quatro jogadores no meio. O possível Verdão para o clássico é o seguinte: Fábio; Wendel, Tobio, Wellington e Marcelo Oliveira; Renato, Wesley e Felipe Menezes; Diogo, Mouche (Josimar) e Henrique.

Noticia retirada do GE


publicado por radiomaisto às 19:17
link do post | comentar | favorito
partilhar
Sábado, 8 de Junho de 2013

...

Gilson Kleina recua a equipe e quer os jogadores explorando o contra-ataque
Gilson Kleina recua a equipe e quer os jogadores explorando o contra-ataque

Palmeiras recua e muda estilo para encarar Sport na Ilha do Retiro


Os dois principais favoritos na Série B do Campeonato Brasileiro, Sport e Palmeiras, medem força neste sábado às 16h10, na Ilha do Retiro. O jogo já tem pinta de decisão tal status que ambos os times carregam.

E por respeitar o adversário, o treinador Gilson Kleina muda o estilo de jogo do Palmeiras na quinta rodada da competição. O treinador recua a equipe e quer os jogadores explorando o contra-ataque.

“Nós tivemos que atacar em duelos anteriores, e fizemos isso bem. Agora é outra situação. Precisamos ter paciência, sabedoria, e jogar com velocidade. O adversário de tradição e torcida precisa ser respeitado.
Ampliar

Gilson Kleina, técnico de Futebol43 fotos

43 / 43
Gilson Kleina concede entrevista coletiva para anunciar que permanece na Ponte PretaDivulgação/Ponte Preta
A escolha de Kleina foi a de manter o mesmo time que iniciou o duelo contra o Avaí na última terça-feira. Isso significa que o trio de ataque será formado por Leandro, Caio e Vinicius.
Caio é a grande aposta do treinador. Sendo o único centroavante em condições de jogo no elenco – Kleber Pinheiro está lesionado -, Kleina o coloca como peça essencial no esquema de jogo.

“O Caio faz o papel importante de parede que precisamos manter no nosso time. Ele é o responsável por mantermos esse padrão. Tem potencial de sobra, e confio muito nele”, destacou o treinador.

No Sport, o técnico Marcelo Martelotte promoveu duas mudanças em relação ao time que goleou o Guaratinguetá por 4 a 1 na última rodada. Rithely vai jogar improvisado na lateral-direita Com isso, o comandante precisou mexer no posicionamento do volante Anderson Pedra, que deve ajudar na proteção da zaga, como fez na etapa final contra o Guará.

Ficha Técnica - Sport X Palmeiras
Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data/Hora: 8/6/2013, às 16h20
Árbitro: Wagner Reway
Auxiliares: Paulo César Silva Faria e Fabio Rodrigo Rubinho

Sport: Magrão; Rithely, Gabriel, Tobi e Marcelo Cordeiro; Renan Teixeira, Anderson Pedra, Lucas Lima e Camilo; Felipe Azevedo e Marcos Aurélio - Técnico: Marcelo Martelotte.

Palmeiras: Bruno; Ayrton, Henrique, Maurício Ramos e Juninho; Márcio Araújo, Charles e Tiago Real; Leandro, Caio e Vinicius - Técnico: Gilson Kleina


Noticia retirada do UOL Esporte

publicado por radiomaisto às 11:55
link do post | comentar | favorito
partilhar

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. COM TRÊS GOLS DE HENRIQUE...

. Valdivia explica "desabaf...

. Pacotão do Verdão: falha ...

. Gareca aposta em base de ...

. Urgência Verdão tenta in...

. Título mundial do Palmeir...

. Cristaldo: Deixarei tudo ...

. Gareca não confirma Verdã...

. Gareca não confirma Verdã...

. ...

.arquivos

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.links

.as minhas fotos

.subscrever feeds

SAPO Blogs