Sábado, 2 de Agosto de 2014

Microsoft aposta em bateria para smartphone que dure uma semana









Carregar o celular pelo menos uma vez ao dia se tornou um hábito. Mas a Microsoft - dona da Nokia - está empenhada em acabar com esta limitação tecnológica a partir de baterias capazes de durar uma semana. 


Duas ideias passam pela cabeça da empresa: a mais simples utiliza um sistema chamado E-Lupe para identificar os aplicativos mais "gastões" para diminuir sua eficiência e preservar a carga; outra, mais radical, pretende substituir a bateria por duas menores, direcionando uma delas para funções mais pesadas, como vídeos e jogos. 

Em palestra realizada ontem em San Francisco, nos EUA, o pesquisador da Microsoft Ranveer Chandra lembrou que as baterias não evoluem na mesma rapidez dos smartphones, que ficam mais potentes a cada ano. Por isso, a intenção é ajustar hardware e software para melhorar o gerenciamento e aproveitar a energia ao máximo.

Segundo Chandra, os primeiros protótipos desenvolvidos economizam entre 20% e 50% do consumo de bateria. Mas tudo está em estágio inicial e ainda é preciso muitas horas de pesquisas até conquistar algo concreto.


Noticia retirada do Olhar Digital

publicado por radiomaisto às 15:56
link do post | comentar | favorito
partilhar

Microsoft aposta em bateria para smartphone que dure uma semana









Carregar o celular pelo menos uma vez ao dia se tornou um hábito. Mas a Microsoft - dona da Nokia - está empenhada em acabar com esta limitação tecnológica a partir de baterias capazes de durar uma semana. 


Duas ideias passam pela cabeça da empresa: a mais simples utiliza um sistema chamado E-Lupe para identificar os aplicativos mais "gastões" para diminuir sua eficiência e preservar a carga; outra, mais radical, pretende substituir a bateria por duas menores, direcionando uma delas para funções mais pesadas, como vídeos e jogos. 

Em palestra realizada ontem em San Francisco, nos EUA, o pesquisador da Microsoft Ranveer Chandra lembrou que as baterias não evoluem na mesma rapidez dos smartphones, que ficam mais potentes a cada ano. Por isso, a intenção é ajustar hardware e software para melhorar o gerenciamento e aproveitar a energia ao máximo.

Segundo Chandra, os primeiros protótipos desenvolvidos economizam entre 20% e 50% do consumo de bateria. Mas tudo está em estágio inicial e ainda é preciso muitas horas de pesquisas até conquistar algo concreto.


Noticia retirada do Olhar Digital

publicado por radiomaisto às 15:56
link do post | comentar | favorito
partilhar

Microsoft aposta em bateria para smartphone que dure uma semana









Carregar o celular pelo menos uma vez ao dia se tornou um hábito. Mas a Microsoft - dona da Nokia - está empenhada em acabar com esta limitação tecnológica a partir de baterias capazes de durar uma semana. 


Duas ideias passam pela cabeça da empresa: a mais simples utiliza um sistema chamado E-Lupe para identificar os aplicativos mais "gastões" para diminuir sua eficiência e preservar a carga; outra, mais radical, pretende substituir a bateria por duas menores, direcionando uma delas para funções mais pesadas, como vídeos e jogos. 

Em palestra realizada ontem em San Francisco, nos EUA, o pesquisador da Microsoft Ranveer Chandra lembrou que as baterias não evoluem na mesma rapidez dos smartphones, que ficam mais potentes a cada ano. Por isso, a intenção é ajustar hardware e software para melhorar o gerenciamento e aproveitar a energia ao máximo.

Segundo Chandra, os primeiros protótipos desenvolvidos economizam entre 20% e 50% do consumo de bateria. Mas tudo está em estágio inicial e ainda é preciso muitas horas de pesquisas até conquistar algo concreto.


Noticia retirada do Olhar Digital

publicado por radiomaisto às 11:56
link do post | comentar | favorito
partilhar

Microsoft aposta em bateria para smartphone que dure uma semana









Carregar o celular pelo menos uma vez ao dia se tornou um hábito. Mas a Microsoft - dona da Nokia - está empenhada em acabar com esta limitação tecnológica a partir de baterias capazes de durar uma semana. 


Duas ideias passam pela cabeça da empresa: a mais simples utiliza um sistema chamado E-Lupe para identificar os aplicativos mais "gastões" para diminuir sua eficiência e preservar a carga; outra, mais radical, pretende substituir a bateria por duas menores, direcionando uma delas para funções mais pesadas, como vídeos e jogos. 

Em palestra realizada ontem em San Francisco, nos EUA, o pesquisador da Microsoft Ranveer Chandra lembrou que as baterias não evoluem na mesma rapidez dos smartphones, que ficam mais potentes a cada ano. Por isso, a intenção é ajustar hardware e software para melhorar o gerenciamento e aproveitar a energia ao máximo.

Segundo Chandra, os primeiros protótipos desenvolvidos economizam entre 20% e 50% do consumo de bateria. Mas tudo está em estágio inicial e ainda é preciso muitas horas de pesquisas até conquistar algo concreto.


Noticia retirada do Olhar Digital

publicado por radiomaisto às 11:56
link do post | comentar | favorito
partilhar
Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2013

Dell é negociada por US$ 24,4 bilhões e fecha capital

Dell
Operação foi financiada pelo fundador da companhia, Michael Dell, pelo fundo de investimento Silver Lake e a Microsoft

Dell fechou oficialmente seu capital em um acordo de US$ 24,4 bilhões, segundo oThe Verge. Após semanas de especulação, a companhia finalmente deixa de operar no mercado de ações de capital aberto e passa a ser privada.

A negociação foi financiada pelo fundador da companhia, Michael Dell, pelo fundo de investimento Silver Lake e a Microsoft, que contribuiu com US$ 2 bilhões. 

Os acionistas da Dell vão receber US$ 13,65 por ação, valor que representa aumento de 25% sobre os papeis da companhia comercializados em 11 de janeiro.

A fabricante de PCs perdeu parte do mercado para rivais como a Lenovo e enfrenta dificuldades, apesar da volta de Michael Dell. O fundador da empresa recuperou o controle da companhia há cinco anos após um período de resultados desastrosos.

"Eu acredito que esta transação vai abrir um excelente capítulo para a Dell, nossos clientes e membros da equipe. Vamos nos focar na execução de nossa estratégia de longo prazo e na entrega das melhores soluções aos nossos clientes como uma empresa privada", comentou Dell em um comunicado oficial.

A transação deve ser concluída no segundo trimestre do próximo ano fiscal da companhia.

Noticia retirada do Olhar Digital

publicado por radiomaisto às 18:58
link do post | comentar | favorito
partilhar

Dell é negociada por US$ 24,4 bilhões e fecha capital

Dell
Operação foi financiada pelo fundador da companhia, Michael Dell, pelo fundo de investimento Silver Lake e a Microsoft

Dell fechou oficialmente seu capital em um acordo de US$ 24,4 bilhões, segundo oThe Verge. Após semanas de especulação, a companhia finalmente deixa de operar no mercado de ações de capital aberto e passa a ser privada.

A negociação foi financiada pelo fundador da companhia, Michael Dell, pelo fundo de investimento Silver Lake e a Microsoft, que contribuiu com US$ 2 bilhões. 

Os acionistas da Dell vão receber US$ 13,65 por ação, valor que representa aumento de 25% sobre os papeis da companhia comercializados em 11 de janeiro.

A fabricante de PCs perdeu parte do mercado para rivais como a Lenovo e enfrenta dificuldades, apesar da volta de Michael Dell. O fundador da empresa recuperou o controle da companhia há cinco anos após um período de resultados desastrosos.

"Eu acredito que esta transação vai abrir um excelente capítulo para a Dell, nossos clientes e membros da equipe. Vamos nos focar na execução de nossa estratégia de longo prazo e na entrega das melhores soluções aos nossos clientes como uma empresa privada", comentou Dell em um comunicado oficial.

A transação deve ser concluída no segundo trimestre do próximo ano fiscal da companhia.

Noticia retirada do Olhar Digital

publicado por radiomaisto às 18:58
link do post | comentar | favorito
partilhar

Dell é negociada por US$ 24,4 bilhões e fecha capital

Dell
Operação foi financiada pelo fundador da companhia, Michael Dell, pelo fundo de investimento Silver Lake e a Microsoft

Dell fechou oficialmente seu capital em um acordo de US$ 24,4 bilhões, segundo oThe Verge. Após semanas de especulação, a companhia finalmente deixa de operar no mercado de ações de capital aberto e passa a ser privada.

A negociação foi financiada pelo fundador da companhia, Michael Dell, pelo fundo de investimento Silver Lake e a Microsoft, que contribuiu com US$ 2 bilhões. 

Os acionistas da Dell vão receber US$ 13,65 por ação, valor que representa aumento de 25% sobre os papeis da companhia comercializados em 11 de janeiro.

A fabricante de PCs perdeu parte do mercado para rivais como a Lenovo e enfrenta dificuldades, apesar da volta de Michael Dell. O fundador da empresa recuperou o controle da companhia há cinco anos após um período de resultados desastrosos.

"Eu acredito que esta transação vai abrir um excelente capítulo para a Dell, nossos clientes e membros da equipe. Vamos nos focar na execução de nossa estratégia de longo prazo e na entrega das melhores soluções aos nossos clientes como uma empresa privada", comentou Dell em um comunicado oficial.

A transação deve ser concluída no segundo trimestre do próximo ano fiscal da companhia.

Noticia retirada do Olhar Digital

publicado por radiomaisto às 12:58
link do post | comentar | favorito
partilhar

Dell é negociada por US$ 24,4 bilhões e fecha capital

Dell
Operação foi financiada pelo fundador da companhia, Michael Dell, pelo fundo de investimento Silver Lake e a Microsoft

Dell fechou oficialmente seu capital em um acordo de US$ 24,4 bilhões, segundo oThe Verge. Após semanas de especulação, a companhia finalmente deixa de operar no mercado de ações de capital aberto e passa a ser privada.

A negociação foi financiada pelo fundador da companhia, Michael Dell, pelo fundo de investimento Silver Lake e a Microsoft, que contribuiu com US$ 2 bilhões. 

Os acionistas da Dell vão receber US$ 13,65 por ação, valor que representa aumento de 25% sobre os papeis da companhia comercializados em 11 de janeiro.

A fabricante de PCs perdeu parte do mercado para rivais como a Lenovo e enfrenta dificuldades, apesar da volta de Michael Dell. O fundador da empresa recuperou o controle da companhia há cinco anos após um período de resultados desastrosos.

"Eu acredito que esta transação vai abrir um excelente capítulo para a Dell, nossos clientes e membros da equipe. Vamos nos focar na execução de nossa estratégia de longo prazo e na entrega das melhores soluções aos nossos clientes como uma empresa privada", comentou Dell em um comunicado oficial.

A transação deve ser concluída no segundo trimestre do próximo ano fiscal da companhia.

Noticia retirada do Olhar Digital

publicado por radiomaisto às 12:58
link do post | comentar | favorito
partilhar

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Microsoft aposta em bater...

. Microsoft aposta em bater...

. Microsoft aposta em bater...

. Microsoft aposta em bater...

. Dell é negociada por US$ ...

. Dell é negociada por US$ ...

. Dell é negociada por US$ ...

. Dell é negociada por US$ ...

.arquivos

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.links

.as minhas fotos

.subscrever feeds

SAPO Blogs