Sábado, 23 de Fevereiro de 2013

Poços de Caldas abandona Módulo II do Mineiro

Amaral deixou o Poços de Caldas / Divulgação/Site Poços de CaldasAmaral deixou o Poços de CaldasDivulgação/Site Poços de Caldas

O Poços de Caldas comunicou nesta sexta-feira que não disputará mais o Módulo II no Campeonato Mineiro. O Vulcão não conseguiu encontrar um parceiro financeiro para superar as dívidas contraídas durante o período no qual os dirigentes confiaram no falso empresário Celestino Zapata, que havia prometido uma parceria de alto nível para 2013.

Equipe modesta da cidade (que no cenário do futebol mineiro tem como destaque a Caldense), o Poços de Caldas anunciou a "parceria" ao final de 2012, mesmo sem um contrato assinado entre as partes. Zapata prometeu dar ao Vulcão um elenco de qualidade, competitivo para levar a equipe à elite de Minas Gerais, e deixou três nomes como cartão de visitas. O técnico Cleber (ex-zagueiro do Palmeiras), o volante Amaral, que atuou no Palmeiras, Corinthians e Vasco, e o atacante Finazzi, ex-Corinthians e Ponte Preta, foram apresentados.

No entanto, logo a expectativa criada por Celestino Zapata traria um pesadelo aos dirigentes: “O Zapata hospedou os três em um hotel cinco estrelas, e ainda por cima deixou o restante do elenco hospedada em outro local bom. E ele, que já se recusava a aparecer no período como investidor, de repente sumiu”, afirmou o repórter Reinaldo Silva, da Rádio Difusora AM.

O 'sumiço' de Celestino Zapata, segundo Reinaldo, deixou como rastro uma dívida que especula-se ultrapassar R$ 120 mil somente com alimentação e hotel. Com o passar do tempo, a equipe começou a sofrer com salários atrasados - inclusive o volante Amaral, que chegou a tentar uma alternativa antes de abandonar o clube, na véspera da estreia do Módulo II.

“O Amaral inicialmente aceitou ter o salário reduzido. Mas depois ficou preocupado que ele continuasse a receber e outros jogadores ficassem sem salários”, diz Reinaldo Silva.

Na terça-feira, o técnico Cleber também anunciou sua saída do clube - após a equipe estrear no Módulo II sofrendo uma goleada por 4 a 1 para o Social.

TENTATIVAS FRUSTRADAS
O clube passou a tentar uma parceria financeira, e chegou a conseguir a mobilização da cidade de Poços de Caldas. Por ser um time humilde e que tem simpatia de torcedores da cidade, o Vulcão arrecadou uma quantia razoável. Entretanto, insuficiente para se manter no Módulo II - mesmo com a saída de alguns jogadores.

A última tentativa - um grupo investidor de Belo Horizonte - aconteceu no fim da tarde. Também sem sucesso. Em seguida, o clube anunciou o encerramento das atividades, um dia antes de enfrentar o Tricordiano pela segunda rodada:

'É com grande pesar que a diretoria do Poços de Caldas Futebol Clube 'Vulcão', anuncia o completo encerramento das atividades do clube a partir desta data, em razão das dificuldades financeiras, não tendo como financiar a permanência do time no Módulo II do Campeonato Mineiro', anunciou o clube em um comunicado.

Noticia retirada do BAND.COM

publicado por radiomaisto às 16:05
link do post | comentar | favorito
partilhar

Poços de Caldas abandona Módulo II do Mineiro

Amaral deixou o Poços de Caldas / Divulgação/Site Poços de CaldasAmaral deixou o Poços de CaldasDivulgação/Site Poços de Caldas

O Poços de Caldas comunicou nesta sexta-feira que não disputará mais o Módulo II no Campeonato Mineiro. O Vulcão não conseguiu encontrar um parceiro financeiro para superar as dívidas contraídas durante o período no qual os dirigentes confiaram no falso empresário Celestino Zapata, que havia prometido uma parceria de alto nível para 2013.

Equipe modesta da cidade (que no cenário do futebol mineiro tem como destaque a Caldense), o Poços de Caldas anunciou a "parceria" ao final de 2012, mesmo sem um contrato assinado entre as partes. Zapata prometeu dar ao Vulcão um elenco de qualidade, competitivo para levar a equipe à elite de Minas Gerais, e deixou três nomes como cartão de visitas. O técnico Cleber (ex-zagueiro do Palmeiras), o volante Amaral, que atuou no Palmeiras, Corinthians e Vasco, e o atacante Finazzi, ex-Corinthians e Ponte Preta, foram apresentados.

No entanto, logo a expectativa criada por Celestino Zapata traria um pesadelo aos dirigentes: “O Zapata hospedou os três em um hotel cinco estrelas, e ainda por cima deixou o restante do elenco hospedada em outro local bom. E ele, que já se recusava a aparecer no período como investidor, de repente sumiu”, afirmou o repórter Reinaldo Silva, da Rádio Difusora AM.

O 'sumiço' de Celestino Zapata, segundo Reinaldo, deixou como rastro uma dívida que especula-se ultrapassar R$ 120 mil somente com alimentação e hotel. Com o passar do tempo, a equipe começou a sofrer com salários atrasados - inclusive o volante Amaral, que chegou a tentar uma alternativa antes de abandonar o clube, na véspera da estreia do Módulo II.

“O Amaral inicialmente aceitou ter o salário reduzido. Mas depois ficou preocupado que ele continuasse a receber e outros jogadores ficassem sem salários”, diz Reinaldo Silva.

Na terça-feira, o técnico Cleber também anunciou sua saída do clube - após a equipe estrear no Módulo II sofrendo uma goleada por 4 a 1 para o Social.

TENTATIVAS FRUSTRADAS
O clube passou a tentar uma parceria financeira, e chegou a conseguir a mobilização da cidade de Poços de Caldas. Por ser um time humilde e que tem simpatia de torcedores da cidade, o Vulcão arrecadou uma quantia razoável. Entretanto, insuficiente para se manter no Módulo II - mesmo com a saída de alguns jogadores.

A última tentativa - um grupo investidor de Belo Horizonte - aconteceu no fim da tarde. Também sem sucesso. Em seguida, o clube anunciou o encerramento das atividades, um dia antes de enfrentar o Tricordiano pela segunda rodada:

'É com grande pesar que a diretoria do Poços de Caldas Futebol Clube 'Vulcão', anuncia o completo encerramento das atividades do clube a partir desta data, em razão das dificuldades financeiras, não tendo como financiar a permanência do time no Módulo II do Campeonato Mineiro', anunciou o clube em um comunicado.

Noticia retirada do BAND.COM

publicado por radiomaisto às 16:05
link do post | comentar | favorito
partilhar

Poços de Caldas abandona Módulo II do Mineiro

Amaral deixou o Poços de Caldas / Divulgação/Site Poços de CaldasAmaral deixou o Poços de CaldasDivulgação/Site Poços de Caldas

O Poços de Caldas comunicou nesta sexta-feira que não disputará mais o Módulo II no Campeonato Mineiro. O Vulcão não conseguiu encontrar um parceiro financeiro para superar as dívidas contraídas durante o período no qual os dirigentes confiaram no falso empresário Celestino Zapata, que havia prometido uma parceria de alto nível para 2013.

Equipe modesta da cidade (que no cenário do futebol mineiro tem como destaque a Caldense), o Poços de Caldas anunciou a "parceria" ao final de 2012, mesmo sem um contrato assinado entre as partes. Zapata prometeu dar ao Vulcão um elenco de qualidade, competitivo para levar a equipe à elite de Minas Gerais, e deixou três nomes como cartão de visitas. O técnico Cleber (ex-zagueiro do Palmeiras), o volante Amaral, que atuou no Palmeiras, Corinthians e Vasco, e o atacante Finazzi, ex-Corinthians e Ponte Preta, foram apresentados.

No entanto, logo a expectativa criada por Celestino Zapata traria um pesadelo aos dirigentes: “O Zapata hospedou os três em um hotel cinco estrelas, e ainda por cima deixou o restante do elenco hospedada em outro local bom. E ele, que já se recusava a aparecer no período como investidor, de repente sumiu”, afirmou o repórter Reinaldo Silva, da Rádio Difusora AM.

O 'sumiço' de Celestino Zapata, segundo Reinaldo, deixou como rastro uma dívida que especula-se ultrapassar R$ 120 mil somente com alimentação e hotel. Com o passar do tempo, a equipe começou a sofrer com salários atrasados - inclusive o volante Amaral, que chegou a tentar uma alternativa antes de abandonar o clube, na véspera da estreia do Módulo II.

“O Amaral inicialmente aceitou ter o salário reduzido. Mas depois ficou preocupado que ele continuasse a receber e outros jogadores ficassem sem salários”, diz Reinaldo Silva.

Na terça-feira, o técnico Cleber também anunciou sua saída do clube - após a equipe estrear no Módulo II sofrendo uma goleada por 4 a 1 para o Social.

TENTATIVAS FRUSTRADAS
O clube passou a tentar uma parceria financeira, e chegou a conseguir a mobilização da cidade de Poços de Caldas. Por ser um time humilde e que tem simpatia de torcedores da cidade, o Vulcão arrecadou uma quantia razoável. Entretanto, insuficiente para se manter no Módulo II - mesmo com a saída de alguns jogadores.

A última tentativa - um grupo investidor de Belo Horizonte - aconteceu no fim da tarde. Também sem sucesso. Em seguida, o clube anunciou o encerramento das atividades, um dia antes de enfrentar o Tricordiano pela segunda rodada:

'É com grande pesar que a diretoria do Poços de Caldas Futebol Clube 'Vulcão', anuncia o completo encerramento das atividades do clube a partir desta data, em razão das dificuldades financeiras, não tendo como financiar a permanência do time no Módulo II do Campeonato Mineiro', anunciou o clube em um comunicado.

Noticia retirada do BAND.COM

publicado por radiomaisto às 11:05
link do post | comentar | favorito
partilhar

Poços de Caldas abandona Módulo II do Mineiro

Amaral deixou o Poços de Caldas / Divulgação/Site Poços de CaldasAmaral deixou o Poços de CaldasDivulgação/Site Poços de Caldas

O Poços de Caldas comunicou nesta sexta-feira que não disputará mais o Módulo II no Campeonato Mineiro. O Vulcão não conseguiu encontrar um parceiro financeiro para superar as dívidas contraídas durante o período no qual os dirigentes confiaram no falso empresário Celestino Zapata, que havia prometido uma parceria de alto nível para 2013.

Equipe modesta da cidade (que no cenário do futebol mineiro tem como destaque a Caldense), o Poços de Caldas anunciou a "parceria" ao final de 2012, mesmo sem um contrato assinado entre as partes. Zapata prometeu dar ao Vulcão um elenco de qualidade, competitivo para levar a equipe à elite de Minas Gerais, e deixou três nomes como cartão de visitas. O técnico Cleber (ex-zagueiro do Palmeiras), o volante Amaral, que atuou no Palmeiras, Corinthians e Vasco, e o atacante Finazzi, ex-Corinthians e Ponte Preta, foram apresentados.

No entanto, logo a expectativa criada por Celestino Zapata traria um pesadelo aos dirigentes: “O Zapata hospedou os três em um hotel cinco estrelas, e ainda por cima deixou o restante do elenco hospedada em outro local bom. E ele, que já se recusava a aparecer no período como investidor, de repente sumiu”, afirmou o repórter Reinaldo Silva, da Rádio Difusora AM.

O 'sumiço' de Celestino Zapata, segundo Reinaldo, deixou como rastro uma dívida que especula-se ultrapassar R$ 120 mil somente com alimentação e hotel. Com o passar do tempo, a equipe começou a sofrer com salários atrasados - inclusive o volante Amaral, que chegou a tentar uma alternativa antes de abandonar o clube, na véspera da estreia do Módulo II.

“O Amaral inicialmente aceitou ter o salário reduzido. Mas depois ficou preocupado que ele continuasse a receber e outros jogadores ficassem sem salários”, diz Reinaldo Silva.

Na terça-feira, o técnico Cleber também anunciou sua saída do clube - após a equipe estrear no Módulo II sofrendo uma goleada por 4 a 1 para o Social.

TENTATIVAS FRUSTRADAS
O clube passou a tentar uma parceria financeira, e chegou a conseguir a mobilização da cidade de Poços de Caldas. Por ser um time humilde e que tem simpatia de torcedores da cidade, o Vulcão arrecadou uma quantia razoável. Entretanto, insuficiente para se manter no Módulo II - mesmo com a saída de alguns jogadores.

A última tentativa - um grupo investidor de Belo Horizonte - aconteceu no fim da tarde. Também sem sucesso. Em seguida, o clube anunciou o encerramento das atividades, um dia antes de enfrentar o Tricordiano pela segunda rodada:

'É com grande pesar que a diretoria do Poços de Caldas Futebol Clube 'Vulcão', anuncia o completo encerramento das atividades do clube a partir desta data, em razão das dificuldades financeiras, não tendo como financiar a permanência do time no Módulo II do Campeonato Mineiro', anunciou o clube em um comunicado.

Noticia retirada do BAND.COM

publicado por radiomaisto às 11:05
link do post | comentar | favorito
partilhar

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Poços de Caldas abandona ...

. Poços de Caldas abandona ...

. Poços de Caldas abandona ...

. Poços de Caldas abandona ...

.arquivos

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.links

.as minhas fotos

.subscrever feeds

SAPO Blogs