.Radio Mais

.Veja no blog da Radio Mais

Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2011

A morte do PC?


Será que a nova onda de gadgets vai mesmo acabar com o mercado de PCs como torcem alguns


Quem passeia pelo noticiário da Internet a respeito de tecnologia pode ter a impressão de que o mundo está acabando para os PCs - tanto máquinas que rodam Windows, quanto computadores da Apple e outras que rodam Linux. Pelo que se lê todos os dias, dá a impressão de que o mundo prescindirá dos velhos micros e todos estaremos conectados por meio de uma miríade de dispositivos wireless que nos colocam em contato com o mundo virtual da internet. Negar essa tendência é bobagem. É evidente que a enxurrada de aparelhos digitais com altos graus de conectividade inundará o mercado, seja sob a forma de smartphones, de tablets ou de TVs inteligentes. A dúvida que resta é qual será a fatia restante para os atuais micros (notebooks ou desktops)? Até que ponto eles serão aposentados ou até que estágio sua participação de mercado vai encolher? Se é que isso vai de fato acontecer.
Por enquanto, os números de vendas de computadores são super robustos - especialmente em países emergentes como o Brasil. Muitos usuários parecem mesmo adotar a solução de ter todos os tipos de aparelhos possível - boa parte tem um notebook em casa, um smartphone no bolso, um desktop no trabalho e, alguns, um tablet que se encaixa em algum desses lugares. Saber para onde aponta o comportamento desse consumidor é um dos desafios centrais para a estratégia das empresas.
A partir da metade da década de 90, Steve Jobs e a Apple perceberam que esse comportamento seria determinado não por produtos isolados, mas por ecossistemas completos e fechados, como no caso da clássica junção entre iPod e iTunes (que se estendeu para iPhone, App Store e iPad no momento seguinte). A tendência parece viva e forte ainda agora, na segunda década do século 21, mas talvez tenha elementos novos, com a alternativa de ecossistema mais flexível capitaneada pelo Google.
Conjecturas à parte, seja no conceito Apple, seja no conceito Google, a pergunta persiste: abriremos mão dos nossos computadores em favor de gadgets mais especializados?


FONTE: OLHAR DIGITAL

publicado por radiomaisto às 23:21
link do post | comentar | favorito
| partilhar

.Visita

contador de visitantes

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Melhores apps de Windows ...

. Infográfico mostra a traj...

. Game of Thrones, Imagens ...

. COM TRÊS GOLS DE HENRIQUE...

. Valdivia explica "desabaf...

. Confira a sinopse do segu...

. Saga Crepúsculo ganhará c...

. Orkuti: brasileiro cria r...

. 10 curiosidades muito int...

. As 17 árvores mais incrív...

.arquivos

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

.tags

. todas as tags

.links

.Noticia 1

.Previsão do Tempo

.as minhas fotos

.subscrever feeds

blogs SAPO